0segredode

O segredo do SENHOR é para os que o temem; e ele lhes fará saber o seu concerto (Salmo 25:14). 

Os estudantes de teologia adentram o meio acadêmico focando o estudo, a análise e a observação de todos os aspectos imagináveis da vida espiritual. Homens e mulheres dissertam acerca de como são as coisas relacionadas a Deus e seu agir entre os homens. Como já frequentei esse meio, posso dizer que raríssimas vezes ouvi de algum professor, ou mesmo de um aluno, que havia aspectos da vida espiritual que não compreendiam. Esse tipo de confissão é real e verdadeira e não poderia ser de outra forma, mas o fato é que essas instituições existem para prover respostas aos alunos. Todavia, será que essas escolas de teologia podem fazê-lo?

Quando nos referimos à pessoa de Deus, é bom saber que não estamos diante de uma matéria como outra qualquer. Ele não pode ser analisado, dissecado e explicado em termos compreensíveis para o ser humano. É um ser, cuja essência, é inteiramente diferente de qualquer coisa existente sobre a face da terra. Não se move com as leis que governam a criação, nem pode ser compreendido pelo mais alto QI entre os homens. Em resumo, o Senhor está muito além do alcance da inteligência de nossa mente. Por depararmos com uma realidade totalmente diferente quando o assunto é a respeito de Deus,  tentamos conhecê-Lo através da Sua Palavra, mas dependemos de um requisito: Ele deve dar-Se a conhecer para não continuar sendo um mistério. Se assim não for, não podemos descobrir nada por nossa própria conta. O resultado normal do estudo da pessoa de Deus, deveria ser que, quanto mais O observássemos e analisássemos, mais entenderíamos quão inescrutáveis são os seus caminhos. A resposta mais apropriada seria “prostrarmos diante da Sua grandeza.” Agora, note a ironia da declaração do salmista: “Os segredos do Senhor são para os que o temem.” Justamente isso é o que falta nas aulas de muitas dessas instituições, ou seja, o temor a Jeová. Por esta Escritura, temos a afirmação de que Deus revela seus segredos àqueles, em cujo coração, há um forte sentir de que Ele é um mistério, contudo, se acercam de Sua pessoa com inteira humildade. A eles, o Senhor os faz participantes de um conhecimento que transcende as dimensões do que é acadêmico. Davi, em outras palavras, está nos dizendo que Deus se dá a conhecer não pelo estudo, mas pela experiência de viver em sua presença. Aqueles que vivem na presença de Deus e o buscam, não desejam estudá-lo ou conhecer seus mistérios, mas sim porque  o amam e são apaixonados por Ele. A isto se adiciona mais um ingrediente: “o temor!”  Esse componente não aponta para um pavor aterrorizante, mas para o medo de pecar contra o Pai Celestial e ferir o seu coração. Este é o destaque marcante que o cristão possui para com o Deus de todo o universo. 

Para refletir: Sua vida cristã retrata intimidade com Deus? 

N’Ele que deseja ter intimidade com seus filhos, 

Pr. Natanael Goncalves