Por isso, vos digo: Pedi, e dar-se-vos-á;  buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á (Lucas 11:9).

Um fato muito corriqueiro que tenho observado entre irmãos em Cristo é que, muitos oram, sem contudo,  desenvolverem a sua fé no Deus que ouve e responde. As Escrituras nos incitam à oração. Ela é uma arma poderosa que o Senhor nos deu. Temos muitos exemplos bíblicos que foram escritos exatamente para nos estimular à prática da oração. Além disso, a oração é resultado da nossa relação com Deus e, neste exercício, colhemos os frutos não só da resposta, mas de algo que opera em nós mesmos: transformação diária, intimidade com Deus, gratidão, etc. Há coisas em nossas vidas e circunstâncias que podem ser extremamente simples e pequenas como também, grandes e complexas. Devemos, não importa a simplicidade ou a complexidade delas, levar tudo em oração ao nosso Deus. Lendo uma história de Erling Forland da Noruega, compartilho com você uma pequena experiência sobre o assunto. Ele reporta:

“Lembro-me de uma senhora idosa, Lovisa, em meus anos de adolescência, que vivia sozinha numa pequena península perto de minha casa, num estreito ao sudeste da Noruega. Todo mundo sabia que Lovisa era pobre. Todo mundo também sabia que de sua fonte de fé em Cristo. Um dia, saí em meu pequeno barco para pescar. Depois de algum tempo, já tinha mais do que poderíamos comer no jantar, e resolvi voltar para casa. Ao passar pela casa de Lovisa, ocorreu-me que eu deveria bater e perguntar a ela se gostaria de um pouco de peixe. Peguei um bacalhau em meu balde, e bati à sua porta. Quando Lovisa abriu e me viu ali parado com um peixe nas mãos, seu rosto se abriu num sorriso. Ela, então, uniu suas mãos e começou a orar em voz alta: “obrigada, Senhor amado, por ouvires minha oração hoje. Obrigada por me enviares Erling, com este peixe delicioso!” Ela, então, olhou para mim e explicou timidamente: “Sabe, neste exato momento eu não tenho comida nem dinheiro. Você foi enviado por Jesus!” Naquele dia eu aprendi algo sobre a confiança em Cristo.

 

Para refletir: Meu propósito é incitar você a orar e desenvolver a sua fé no Deus que ouve. O Senhor também demonstrou este propósito ao dizer: “Por isso, vos digo: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á.

 

No amor de Cristo Jesus,

 

Pr. Natanael Gonçalves