E sede cumpridores da palavra  e não somente ouvintes, enganando-vos com falsos discursos.  Porque, se alguém é ouvinte da palavra e não cumpridor, é semelhante ao varão que contempla ao espelho o seu rosto natural; porque se contempla a si mesmo, e foi-se, e logo se esqueceu de como era. Aquele, porém, que atenta bem para a lei perfeita da liberdade  e nisso persevera, não sendo ouvinte esquecido, mas fazedor da obra, este tal será bem-aventurado no seu feito ( Tiago 1:22-24). 

Tiago identifica no texto acima o problema de muitos com relação à Palavra de Deus. Somos ouvintes esquecidos! Lamentavelmente nossa tendência é sermos ouvintes esquecidos. A advertência de Deus, todavia, desde Gênesis até o Apocalipses, nos exorta a sermos pessoas que praticam a Palavra. Tiago diz que aquele que somente ouve, engana-se a si mesmo. Em que consiste este engano? Penso que podemos comparar às promessa vazias de um pai aos seus filhos. Ele combina algumas atividades com eles, e, naturalmente, eles se entusiasmam e começam a sonhar com a chegada desse momento especial com seu pai. Entretanto, o entusiasmo se esfumaça, porque o pai não é uma pessoa que cumpre a sua promessa. Do mesmo modo acontece com aquele que é somente ouvinte da Palavra.  Ele a ouve e reconhece nela as indicações necessárias para a situação pessoal que está enfrentando. Pensa consigo mesmo: “quanto necessitava desta Palavra!”, e, então, experimenta um regozijo em seu espírito, porque Deus lhe falou com clareza. Contudo, logo esse sentimento se esvai, porque não atuou ou não cumpriu a Palavra. Simplesmente ouviu.

Tiago, com essa admirável simplicidade dos grandes mestres da Palavra, nos ajuda a entender este tema usando uma analogia bem simples, a do espelho. Você já pensou sobre a função do espelho? Ele não funciona somente para que você se veja. Ele cumpre uma função muito mais importante que isto. Alguém poderia perguntar: qual? O espelho lhe permite ver as partes de seu corpo que não podem ser vistas de modo natural, ou talvez onde os seus olhos não alcancem. Para ser mais claro, ele lhe dá acesso ao que está escondido à vista. Com a imagem que você tem ao mirar o espelho, pode dar-se conta que algumas mudanças precisam ser feitas para ficar apresentável. A Palavra cumpre essa função em nossa vida. Ela nos permite ver as coisas que não podemos ver por nós mesmos, coisas que devem ser vistas no “espirito”. Estas são as coisas que você e eu devemos operar. Veja bem: você não perde tempo no espelho se não vai fazer nada para mudar o que for necessário, não é verdade? Do mesmo modo, a mensagem implícita de Tiago é a mesma, ou seja: “não perca tempo com a Palavra se você não vai fazer nada a respeito”. A Palavra de Deus foi destinada a nós e cumpre uma função em nossas vidas. Está em nós a responsabilidade de aproveitá-la. 

Para refletir: Jesus, ao se dirigir às sete igrejas no livro de Apocalipses, inicia cada carta não dizendo “conheço o teu coração”, mas “conheço as tuas obras”. 

No amor de Cristo, 

Pr. Natanael Gonçalves