Ouvindo Deus o seu gemido, lembrou-se da sua aliança  com Abraão, com Isaque e com Jacó. E viu Deus os filhos de Israel e atentou para a sua condição (Êxodo 2:24-25). 

Quando as tempestades da vida nos açoitam, nossa tendência é olhar para as nuvens escuras e a fúria dos ventos.  Muitas vezes, a sensação é que fomos apanhados desprevenidos. Onde ir? Para onde correr? Não há abrigo! Você já passou por isso? E quando o temporal parece mais um dilúvio que nunca se acaba! O que fazer? Será que há saída?

O povo de Israel estava vivendo essa situação. Pelo registro bíblico, vemos que ele gemia com dores e a condição se arrastava. O que isto pode nos ensinar? O que podemos aprender aqui? Penso que uma poderosa lição podemos absorver.  Pelo texto, depreendo, que quando supomos que não há para onde ir, Deus está prestes a fazer o seu grande lance. O que muitas vezes julgamos ser o pior, nada mais é que a última etapa da preparação para o melhor. Nosso desespero é o prelúdio para o nascimento da esperança genuína. O que nos parece o fim não passa de uma pausa para um novo começo. Esta é a poderosa mensagem do primeiro capítulo de Êxodo. No momento dramático em que os hebreus estavam prestes a sucumbir, Deus preparava a libertação. Nas perplexidades da vida, no exato momento em que nos desesperamos, Deus prepara uma saída.

Outra coisa observo: Ele está nos vendo e sabe tudo sobre nós e o nosso coração. O verbo “viu” tem um significado muito mais profundo do que simplesmente ver algo; inclui “conhecer a situação.” Ele não somente vê, como conhece todas as nossas circunstâncias. Elas podem levar à conclusão humana e limitada de que Deus se esqueceu de nós, ou de que Ele sofreu um lapso de memória acerca da nossa condição pessoal. Absolutamente não! O Senhor jamais se esquece de nós e, é maravilhoso descansar nessa perspectiva, pois Ele agirá no momento certo. Tão somente espere e descanse. Como disse, o Senhor já tem preparado o escape e sempre acima do que nos parece possível ou acima do alcance de nossas maiores expectativas. Portanto, ainda que esteja se molhando por causa do aguaceiro, não se preocupe, Ele está vendo e cuidando de você. Confie e espere, pois Ele já atentou para sua situação. 

Para refletir: Nosso Deus não muda. Ele permanece o mesmo.  Isaías  41.10: “não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus; eu te esforço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça”. 

N’Ele que disse que nunca nos deixaria ou nos abandonaria, 

Pr. Natanael Goncalves