Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança. Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes (Tiago 1:2-4).

Muitas pessoas, crentes em Cristo, questionam a Deus quando atravessam provações, dificuldades, problemas e aflições. Onde está Deus? O que fiz para passar por tudo isso? Será que Ele não está vendo? Estes sentimentos e indagações não rondariam a mente desses irmãos se, tão somente, meditassem um pouquinho no texto acima. O que podemos aprender com a mensagem de Tiago? Muito! Em primeiro lugar é bom observar que Deus trabalha na vida de seus filhos e nada acontece a eles como obra do acaso. O Espírito de Deus, por meio de Tiago, nos diz que devemos nos alegrar quando atravessamos provações. Isso significa que o Pai está operando em nós. Note que não somos nós que estamos sendo provados, mas a nossa fé. Parece uma contradição, mas não é. Quando a nossa fé é confrontada, podemos ser atingidos ou não. Se permanecermos firmes, passaremos pelas tempestades da vida confiantes e em paz. Se vacilarmos, seremos atingidos e,  certamente, prantearemos. Em segundo lugar, quando a nossa fé é provada, antevemos o propósito de Deus que é o de produzir em nós a perseverança. Seu significado no original grego (hupomone) aponta para alguém que persiste com paciência e constância e não se desvia do seu propósito e de sua lealdade à fé, mesmo diante das maiores provações. Ouvi alguém dizer, com muita propriedade, que a paciência ou a perseverança não é para os cavardes, pois isso implica em uma submissão ativa da vontade e um coração confiante que ultrapassa qualquer circunstância. Para provarmos as bênçãos mais profundas de Deus, a perseverança é um pré-requisito. Por último, entendemos que é Deus que produz a paciência, e não nós. Ele trabalha de forma específica em nossas vidas para produzir a perseverança. Nós não podemos, por meio de nossos próprios esforços, construir a paciência ou a perseverança. Ele o fará à medida em que respondermos de forma correta às provas pelas quais passamos. Não desanime! Fique firme!

Para refletir: Desenvolvemos os nossos músculos através dos exercícios físicos. Da mesma forma, Deus trabalha em nós por meio do exercício espiritual. Sem este trato, a perseverança não tem a sua obra completa.

Que o Senhor te abençoe ricamente,

Pr. Natanael Gonçalves