Moisés não sabia que a pele do seu rosto resplandecia,  depois que o Senhor falara com ele (Êx 34.29).

Quem passa tempo com Deus não pode evitar ser transformado. Acaso alguma outra passagem ilustra melhor esta verdade? A intensidade do encontro entre Moisés e o Senhor havia sido tal, que até a pele de seu rosto brilhava. Talvez pudéssemos perguntar: Como é a sensação de viver uma experiência como essa? Ficaríamos em pé diante de tal visitação de Deus, ou cairíamos de joelhos diante dEle?

Em nossa divagação, contudo, não podemos deixar passar um detalhe: Moisés não sabia que o seu rosto brilhava! Este detalhe mostra parte do mistério da transformação que o Senhor opera em nós. Essa transformação, acompanhada das experiências espirituais, não são para o nosso deleite. O objetivo da Sua obra, é que todos vejam a glória de Deus refletida em nossas vidas, e não para mostrarmos, com orgulho, que somos mais espirituais que outros irmãos.

Convém examinarmos as motivações escondidas em nossos corações, pois, como cristãos, devemos procurar uma vida de santidade e intimidade tal, que nossa face brilhe com a glória do Alto. Simplesmente nossa presença testificará da magnificência do Deus a quem servimos. Porém, saiba de uma coisa: não tome a consciência desse resplendor, pois se assim for, ele se desvanecerá

Momento de Reflexão: O cristão deve, acima de tudo, manifestar a glória de Deus neste mundo. Se esse mesmo cristão, for apenas nominal, jamais a glória do Pai se mostrará em sua vida às pessoas que o cercam. Todavia, aquele que gasta tempo com Deus revelará a glória do Altíssimo por onde andar. Que tipo de pessoa cristã é você?

Pr. Natanael Gonçalves