Aproveitando a oportunidade (Ler 1 Pedro 1.6-8). 

…depois de terdes sofrido por um pouco, ele mesmo vos há de aperfeiçoar, firmar, fortificar e fundamentar (1 Pedro 5:10). 

Pedro deu a quem sofre uma quádrupla promessa de Deus. Para aqueles, cuja esperança de resgate é falsa, com certeza lhes esperam situações de muitas angústias. Pedro, todavia, não tem esse temor. Ele expôs corajosamente a promessa de Deus, e que promessa! Em algum momento específico do futuro – depois de terdes sofrido por um pouco – Deus intervirá. Esse texto deveria se converter em um amigo das pessoas, cuja companhia é a adversidade. Deus queria que os cristãos fiéis do primeiro século conhecessem esta promessa. No entanto, atente para isto: Não somente para aqueles cristãos, mas também para todos aqueles que lhe pertencem.

Quando o Senhor permite algo assim, muitas coisas mudam em nossa caminhada com Ele. Creio, contudo, que ao atravessarmos o vale da dor e da adversidade, uma janela de oportunidades se abre para nós. É nessa condição que clamamos, choramos e suplicamos a Deus com mais intensidade. É nessa condição que nos abrimos mais para conhece-lo. É nessa condição que desejamos saber o que está no coração do Pai. É nessa condição que os nossos ouvidos se abrem para escutarmos a sua doce voz dizendo: vem! Quando tudo estava bem não o buscávamos com paixão. Quando tudo estava bem, não orávamos com entusiasmo e fervor. Agora, porém, tudo mudou, bendita adversidade! Agora, estou conhecendo Jesus de modo mais íntimo. Louvado seja Deus!

Pr. Natanael Gonçalves