E os patriarcas, movidos de inveja, venderam a José para o Egito; mas Deus era com ele (Atos 7:9).

Quando Deus é com o homem, não significa que ele não passe por lutas nem por adversidades. Ele pode atravessar pelo vale sombrio, pode passar por sofrimentos, pode ser injuriado, injustiçado, desprezado e até maltratado, contudo, podemos afirmar, com base na Palavra de Deus, que esse homem é mais que vitorioso. A base da vitória de José é a afirmação da Palavra de que Deus era com ele.

Para que Deus seja com alguém, é preciso, antes de mais nada, que esse alguém ande com Ele. Como desejarmos que Deus seja conosco, se não somos com Ele? Todavia, para isso, é necessário uma especial amizade com o Senhor. Nesse momento, recordo as palavras de Moisés em Êxodo 33.15: “Se a tua presença não for conosco, não me faça subir daqui”. Para Moisés, o significado de Deus ser com o seu povo era tão especial que ele não queria ir a lugar algum se o Senhor não fosse com eles.

E nós? Podemos afirmar que o nosso coração arde em amor, fidelidade e compromisso para com Deus? Como desejarmos que Deus seja conosco, se não somos com Ele? O ser com Ele, carrega em si mesmo um sentido muito mais profundo do que simplesmente crer n’Ele, ou fazer declarações a respeito d’Ele. Finalizando, faço novamente a pergunta tema da nossa reflexão: Deus é com você?

Pr. Natanael Gonçalves