Estai firmes! (Ler 1 Pedro 5.10-12) 

…escrevo resumidamente, exortando e testificando, de novo, que esta é a genuína graça de Deus; nela estai firmes (1 Pe 5.12) 

Os advogados, tanto de defesa quanto de acusação, pensam que o argumento final apresentado ao júri é o mais importante. Desejam que as últimas palavras pronunciadas por eles, sejam aquelas que façam eco na mente dos jurados. Pedro também deseja isso. Não escreve sobre um juízo numa corte, mas sobre as diversas provas com as quais os cristãos se encontram. Pedro não argumentava a favor da libertação de um cliente, antes, embasou o seu caso nas aflições e depois nas glórias que seguiriam, alertando o povo de Deus a seguir o exemplo de Jesus, ou seja, de submissão obediente à vontade do Pai.

De certa forma, a carta de 1ª Pedro é um argumento final para exortar os cristãos a permanecerem firmes na fé. Pedro constrói o seu caso sobre verdades que são realidades para os que creem. Entre outras coisas, Pedro lhes recordava que, apesar de suas circunstâncias, Deus estava protegendo-os: “sois guardados pelo poder de Deus” (1 Pe 1.5). O Senhor conheceu o sofrimento por haver padecido e como Deus onisciente que é, conhece nossas provas de fogo. A confiança e a obediência eram a base da Sua relação com o Pai e, tal como era para Ele, assim também deve ser para cada um de nós. Devemos caminhar sobre as Suas pisadas e seguir seu exemplo. Jesus é o Servo Sofredor que guarda os servos sofredores. Ponha os teus olhos n’Ele e mantenha-se firme!

No amor de Cristo Jesus,

Pr. Natanael Gonçalves