E por ele credes em Deus, que o ressuscitou dos mortos, e lhe deu glória, para que a vossa fé e esperança estivessem em Deus (1Pedro 1:21).

Somos viajantes neste mundo, nada mais. Não pertencemos a esse sistema de pecado, rebeldia e egoísmo, mas ao céu e a Deus, nosso verdadeiro Pai. O versículo 18 reitera essa verdade e assevera que Ele nos redimiu e nos resgatou da nossa vã maneira de viver que nos conduzia a um destino cruel. Ele nos salvou de uma existência inútil para fazer-nos cidadãos do céu, portanto, nossa fé e esperança, estão n’Ele.

Deus mesmo é a base firme de confiança e esperança do cristão. Os filhos de Deus atribulados precisam de esperança. Não podem senti-la nem ter otimismo, a menos que confiem na única pessoa que é imutável e fiel. Nós confiamos em Deus porque Jesus nos salvou por sua morte na cruz. Como consequência, Ele nos resgatou do pecado e da vida inútil que levávamos. Tudo isto é seguro e comprovado. Por isso devemos viver uma vida de pureza a cada dia, vivendo para agradar a nosso Pai Celestial.

Por fim, estamos seguindo em direção à nossa casa que nos espera no céu. Nesse caminho nos deparamos com a dificuldade, com a dor, com o pranto e com o brilho do mundo que nos tenta seduzir, mas se a nossa fé e esperança estiverem firmes em Deus, seguiremos a viagem desfrutando das bênçãos do nosso amado Pai.

Momento de Reflexão: Todos nós devemos ter bem firmado em nosso coração que aqui, neste mundo, somos peregrinos e que um dia, não muito distante, nos veremos face a face com o nosso Deus. Se Ele é o teu Redentor, caminhe pela estrada da vida sem permitir que os espinhos, as ladeiras e os vales, distraiam ou obstruam o teu andar. Ponha os olhos n’Ele e confie inteiramente n’Ele.

Em Cristo, 

Pr. Natanael Gonçalves