E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre (1 João 2:17).

Tempos atrás, fiz um passeio pelos canais da cidade de Pompano Beach, na Flórida, Estados Unidos. Lá, há um grande número de iates, barcos e casas belíssimas com os seus ancoradouros. Um verdadeiro show de ostentação. Qualquer pessoa pode definir o sucesso como algo assim. Os proprietários daquelas casas, barcos e carros de luxo, segundo o conceito geral, são pessoas que alcançaram o sucesso.

Infelizmente, há muitas pessoas ditas cristãs que estão buscando esse tipo de sucesso. Dizem que o Senhor tem o melhor para elas e, o “melhor” se restringe a bens materiais. Todavia, e êxito de uma vida, de acordo com as Escrituras, não se mede pela quantidade de bens que alguém possui. Pelo contrário, o êxito se define em uma vida de contentamento em qualquer situação, acompanhado de paz, alegria e amor transbordante. Observe o versículo tema da nossa meditação. João nos diz que o mundo passa, mas aquele que faz a vontade de Deus, em contraste com o mundo que passa, permanece para sempre.

Este sim, é o sucesso segundo Deus. Por conseguinte, aquele que não conhece a Deus e se conforma com este mundo, perecerá, ou seja, provará a morte eterna. Embora tenha buscado e alcançado ou não o sucesso do mundo, fracassará, pois não verá a vida.

Momento de reflexão: Por que muitos cristãos focam tanto as coisas daqui da terra, se tudo passa e nada se leva daqui? É o seu caso? Medite em Colossenses 3.1-2.

Pr. Natanael Gonçalves