Sacudido com violência (Ler Lucas 22.31-33). 

Simão, Simão, eis que Satanás vos reclamou para vos peneirar como trigo! (Lucas 22.31). 

Jesus advertiu a Pedro dos acontecimentos que se dariam logo a seguir, mas aquela noite, certamente, seria um tempo de escuridão e derrota; uma lição que marcaria Pedro por toda a sua vida. Pedro não entendeu a advertência de Jesus, contudo, sua resposta nos versos seguintes, mostrou sua profunda fé em Cristo. Ele estava mais convicto do que muitos pensam. Com Jesus, ele podia fazer o impossível, tal como caminhar sobre a água, por exemplo. Com Jesus, Pedro desembainhou sua espada diante dos soldados que vieram prender o Salvador. Sem Jesus, todavia, Pedro cambaleou diante da pergunta de uma criada adolescente.

Com Jesus, Pedro tinha certeza. Sem Jesus, a ingênua confiança que Simão tinha em si mesmo não fez mais que acelerar sua queda. Com Jesus, Pedro era Pedro; sem Ele, Pedro era Simão. À medida em que os acontecimentos da noite se desenrolavam, sobreveio a ciranda de Satanás. Pedro sofreu a agonia, enquanto os detritos de sua vida eram removidos. Simão morreu, contudo, Pedro estava nascendo e, com o nascimento, as dores de parto. No entanto, atente para algo muito importante: a ciranda, tal como a de Pedro, pode ser necessária na vida de muitos. Isto só Deus sabe, mas quantos não precisam se livrar de detritos que estão impedindo um andar de maior intimidade com Jesus? Medite e tome um tempo para orar.

No amor de Cristo,

Pr. Natanael Gonçalves