“Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam e temem a Deus” (Romanos 8:28).

Quando nos comparamos com os outros, desejamos saber se estamos melhor, igual ou pior que eles. Se a comparação acaba bem, então ficamos eufóricos. O problema da comparação é que usamos a medida errada: nosso parâmetro são as outras pessoas. Se encontrarmos alguém que achamos ser melhor ou pior que nós, ao comparar-nos, sentiremos orgulho ou frustração. Deus não quer que você copie a imagem de ninguém, exceto a de Jesus. Nosso Pai deseja que cada um de seus filhos desenvolva o caráter de Cristo. Ele é santo, justo, fiel, compassivo, terno e misericordioso. Essas são algumas das facetas do caráter de Jesus.

Quando você lê o texto acima, a compreensão é que Deus usa as circunstâncias para trabalhar em nós. Este é o objetivo: Tornar-nos pessoas parecidas com o Seu Filho. Muita gente fica somente no verso 28 pensando que tudo o que lhes acontece é para o propósito de bênçãos materiais. Essas pessoas se esqueceram de ler o verso seguinte, o 29: Porque os que dantes conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos.” Esse é o alvo de Deus para cada um de seus filhos.

Tempo de reflexão: Você se parece com Cristo? Seu caráter se assemelha ao de Jesus? Medite sobre isso!

Pr. Natanael Gonçalves