PROBLEMA: Alguns textos das Escrituras deixam a impressão de que somente alguns serão ressuscitados de entre os mortos. Daniel diz: “Muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão” (Dn 12:2). O NT com freqüência refere-se à ressurreição “de entre” (no grego, “ek”) os mortos, dando a entender que nem todos ressuscitarão (por exemplo, Lc 20:35; At 4:2; Rm 1:4; 1 Co 15:12).

SOLUÇÃO: Ocorrerão ambas: uma ressurreição parcial e mais tarde uma ressurreição completa. Há dois tipos de ressurreição: a dos “justos” e posteriormente a ressurreição dos “injustos” (At 24:15). Primeiro, “os que tiverem feito o bem” ressuscitarão, e depois “os que tiverem praticado o mal” (Jo 5:29). João nos informa que essas duas ressurreições são separadas por “mil anos”. A “primeira ressurreição” é anterior aos mil anos (Ap 20:6). Esta é a ressurreição dos salvos, que “viveram e reinaram com Cristo durante mil anos” (v. 4). Mas “os restantes dos mortos [os não-salvos] não reviveram até que se completassem os mil anos (v. 5). Assim, a primeira ressurreição é parcial, consistindo apenas dos salvos, e a segunda ressurreição completa o quadro, quando todos os demais, isto é, os não salvos, são também ressuscitados.