animais

PROBLEMA: A Bíblia ensina que a alma sobrevive à morte (Fp 1:23; 2 Co 5:8; Ap 6:9). Mas Salomão salienta que “todos vão para o mesmo lugar; todos procedem do pó e ao pó tornarão” (Ec 3:20). Daí, “nenhuma vantagem tem o homem sobre os animais; porque tudo é vaidade” (Ec 3:19).

SOLUÇÃO: A referência é ao corpo humano, não à alma. Tanto o homem como o animal morrem e o seu corpo volta ao pó. Entretanto, o homem é diferente, pois a sua alma “se dirige para cima” (v. 21). De fato, Salomão fala da “eternidade” no coração humano (Ec 3:11) e da sua imortalidade quando ele declara que na morte o homem vai “à casa eterna” (12:5). Ele enfatiza também que devemos temer a Deus porque num certo dia “de todas estas cousas Deus te [nos] pedirá contas” (11:9). Assim, Eclesiastes não nega a vida após a morte; o que ele faz é nos advertir quanto à futilidade de vivermos somente para esta vida “debaixo do sol” (cf. 1:3,13; 2:18).