Quem ou o que é Siló neste versículo?

PROBLEMA: A palavra “Silo” com freqüência é entendida como sendo uma referência a Jesus Cristo como o Messias que viria. Silo aparece numa frase como parte das palavras proféticas de Jacó para seu filho Judá. É através da tribo de Judá que o Messias viria (cf. 2 Sm 7; Mq 5:2); assim, parece ser apropriado entender este versículo como sendo uma referência ao Messias, Jesus Cristo. Entretanto, o NT não faz referência alguma a esta profecia como tendo sido cumprida em Cristo, nem menciona o nome Silo.

SOLUÇÃO: A solução a este problema envolve a pontuação da vogai do Texto Massorético (MT) do AT. A versão atualizada de Almeida traduz esta parte do versículo 10 da seguinte forma: “até que venha Silo”. Esta versão segue a pontuação das vogais do texto MT e traduz a palavra hebraica shylh como o nome próprio “Silo”. Silo (ou “Silo”) era o nome de uma cidade situada a aproximadamente quinze quilômetros a nordeste de Betel. Embora alguns intérpretes considerem a afirmativa feita em Gênesis 49:10 como uma referência àquela cidade, outros têm entendido ser este nome uma referência ao Messias. Entretanto, a maioria dos eruditos propõe uma diferente pontuação e entende que a palavra significa “a quem pertence” (como traduz a R-IBB). Esta proposição tem suporte de traduções antigas, tais como as versões grega e siríaca do AT, e outras. Essas versões antigas, sendo anteriores ao texto MT, também empregaram a frase “a quem pertence”. Esta forma é ainda respaldada por Ezequiel 21:27 que afirma: “até que venha aquele a quem ela pertence de direito”. Quando esta parte do versículo 10 é entendida desta forma, a passagem fica: “O cetro não se arredará de Judá, nem o bastão de autoridade dentre seus pés, até que venha aquele a quem pertence, e a ele obedecerão os povos”. À luz do exposto, o significado messiânico do versículo fica muito mais claro. Pois ele é cumprido com o Messias do NT (Cristo), como algumas passagens indicam: Mateus 2:6, Lucas 1:30-33, Apocalipse 5:5 e 19:11-16.