tome

PROBLEMA: Referindo-se aos “dias da sua carne” (de Jesus) como se fosse passado, pode parecer que Jesus não ressuscitou com um corpo da carne nem subiu ao céu com o mesmo corpo físico com que morre 1. Contudo, o próprio Jesus disse que seu corpo ressurreto era de “carne e ossos” (Lc 24:31), e o Credo dos Apóstolos confessa a “ressurreição da carne”.

SOLUÇÃO: A frase “dias da sua carne” simplesmente refere-se a permanência temporária de Jesus neste mundo. Nada tem que ver com a natureza do seu corpo ressurreto. Está claro em muitas passagens que Jesus ressuscitou com um corpo literalmente de carne, um corpo físico e humano.