PROBLEMA: Jesus deixara os seus discípulos com a impressão de que ele lhes tinha dito tudo o que queria comunicar-lhes, quando disse: “tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho dado a conhecer” (Jo 15:15). Entretanto, em João 16:12, ele revela: “Tenho ainda muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora”. Parece que essas declarações estão em conflito.

SOLUÇÃO: Alguns eruditos crêem que a primeira declaração é proléptica, antevendo no presente tudo o que ele lhes revelaria também no futuro. Nesse caso, o “muito” (de 16:12) referir-se-ia ao que o Espírito Santo ainda teria de lhes ensinar (cf. 16:13). Entretanto, à luz do fato de que essas duas declarações acham-se no mesmo discurso, a última parece estar qualificando a primeira. Assim, a primeira declaração quer dizer: “tudo o que o Pai tem determinado para vocês no presente momento eu lhes tenho revelado”. Em outras palavras, Jesus fielmente comunicou o que o Pai queria que eles soubessem, e no tempo em que o Pai queria que eles tomassem conhecimento.