Maria nasceu sem pecado, como os católicos afirmam?

PROBLEMA: Os católicos romanos afirmam que Maria, a mãe de Jesus, foi concebida de forma imaculada (i.e., foi concebida sem pecado). Entretanto, com exceção de Jesus, a Bíblia assevera que todo ser humano nasce em pecado (SI 51:5; Rm 5:12). Maria foi então concebida de forma imaculada?

SOLUÇÃO: Maria, mãe de Jesus, foi a mais abençoada entre as mulheres (veja comentários de Lucas l:28ss). Entretanto, ela não foi uma mulher sem pecado, e a Bíblia deixa isso claro de muitas maneiras. Primeiro, Davi declarou a respeito de todos os seres humanos: “Eu nasci na iniqüidade, e em pecado me concebeu minha mãe” (SI 51:5). Segundo, Paulo afirmou que todo ser humano nascido de pais naturais, desde Adão, pecou em Adão, pois “por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram” (Rm 5:12). Terceiro, não há absolutamente vestígio algum em toda a Bíblia de que Maria tivesse sido uma exceção à regra de que “todos pecaram e carecem da glória de Deus” (Rm 3:23). No caso de Cristo, entretanto, é apontado repetidamente que ele era humano, contudo sem pecado (2 Co 5:21; Hb 4:15; 1 Pe 3:18; 1 Jo 3:3). Finalmente, a própria Maria proclamou o seu estado de pecado quando reconheceu a sua necessidade de um Salvador, dizendo “o meu espírito se alegrou em Deus, meu Salvador”. Como todo o mundo, Maria também precisou de um Salvador.