Como se pode justificar o erro de Marcos na citação dessa profecia do AT?

PROBLEMA: Marcos comete alguns erros ao citar essa profecia de Malaquias, como demonstram as palavras em itálico e sublinhadas: MALAQUIAS 3:1 “Eis que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim“. MARCOS 1:2 “Eis aí envio diante da tua face o meu mensageiro, o qual preparará o teu caminho.”

SOLUÇÃO: Em primeiro lugar, deve-se salientar que, apesar da alteração de palavras, o sentido original é mantido. Em vista de um dos princípios fundamentais de compreensão dos textos difíceis, “uma citação não tem de ser uma repetição exata do que está escrito”. Contanto que o sentido seja mantido, as palavras podem ser diferentes. Em segundo lugar, nesse caso, Marcos simplesmente reforça o sentido acrescentando “diante da tua face”. Isso está implícito na passagem original, mas é explicitado no livro de Marcos. Em terceiro lugar, a alteração de “mim” (primeira pessoa) para “teu” (segunda pessoa) é necessária porque é Deus quem está falando na passagem de Malaquias, ao passo que Marcos fala acerca de Deus. Se ele não tivesse feito esta alteração, ele teria alterado o significado.