Se Jesus é Deus, por que não pôde fazer milagres nessa ocasião?

PROBLEMA: Antes de mais nada, a Bíblia descreve Jesus como sendo Deus (Jo 1:1), que tem com o Pai “toda a autoridade… no céu e na terra” (Mt 28:18). Contudo, nesta ocasião, Jesus “não pôde fazer ali nenhum milagre” (v. 5). Por que não pôde, se ele tem todo o poder?

SOLUÇÃO: Jesus é todo-poderoso como Deus, mas não todo-poderoso como homem. Na condição de Deus-homem, Jesus tem tanto a natureza divina como a humana. O que ele pode fazer numa natureza não é necessariamente o que pode fazer na outra. Por exemplo, como Deus, Jesus nunca se cansou (Sl 121:4); mas como homem ele se cansou, sim cf. Jo 4:6). Além disso, só pelo fato de possuir todo o poder, isso não significa que ele sempre quis exercê-lo. O “não pôde” de Marcos 6:5 possui o significado “moral” e não “real”, isto é, ele decidiu não realizar milagres por causa da incredulidade deles” (Mc 6:6; Mt 13:58). Jesus não era alguém que fazia espetáculos, nem ainda lançava pérolas aos porcos. Assim, a necessidade nesse caso é moral, não metafísica. Ele tinha a capacidade de fazer milagres lá, e de fato fez alguns (v. 5); mas recusou-se tão-somente a fazer mais, porque considerava que seria um esforço em vão.