Deus não é injusto por dar aos que já têm? 

PROBLEMA: Deus é apresentado na Bíblia como justo e imparcial (Rm 2:11; Gn 18:25). Jesus, sendo Deus encarnado, foi colocado na posição de ser exemplar, com uma moral perfeita (Hb 4:15). Contudo, nessa passagem, Jesus disse que tiraria de quem “não tem” e daria “ao que tem”. O que seria mais injusto?

SOLUÇÃO: “Dar a quem tem e tirar de quem não tem” é uma palavra proverbial usada por Jesus nesse contexto que quer dizer que quando ele falou por meio de parábolas (Mt 13:10), aqueles que pensavam que tinham alguma percepção quanto ao reino ficaram com um menor entendimento, porque ficaram mais confusos. A incredulidade deles causou a sua confusão, de forma que eles “vendo, não vêem; e, ouvindo, não ouvem” (v. 13). Por outro lado, aqueles que receberam as palavras de Jesus (ou seja, os seus discípulos) passaram a ter até mesmo um maior entendimento do que tinham antes.