PROBLEMA: Jesus disse quanto ao AT: “Ouvistes o que foi dito: Amarás ò teu próximo e odiarás o teu inimigo” (Mt 5:43). Como poderia um Deus de amor (Êx 20:2,6; 1 Jo 4:16) ordenar que eles odiassem seus inimigos?

SOLUÇÃO: Deus nunca ordenou a seu povo, em qualquer época, que odiasse seus inimigos. Deus é um Deus de amor, que não muda (cf. 1 Jo 4:16; Ml 3:6), e não pode odiar a quem quer que seja, nem pode ordenar a ninguém que faça isso. Jesus disse que os maiores mandamentos são: amar a Deus e amar o próximo como a si mesmo (Mt 22:36-37, 39). Na verdade Jesus tomou esse mandamento do AT. Levítico 19:18 declara: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo”! Por que então Jesus citou o ensino do AT, de que devemos odiar o nosso inimigo? (Mt 5:43). Mas ele não disse isso, e por uma razão muito boa. Um versículo com essas palavras não é encontrado em parte alguma no AT. Na verdade, Jesus não citou o AT, mas sim os ensinos distorcidos dos fariseus, que não interpretaram corretamente o AT. Veja que Jesus não disse: “está escrito”, como o fazia com freqüência quando citava o AT (cf. Mt 4:4, 7, 10), mas disse: “Ouvistes que foi dito”, referindo-se com isso à “tradição” que se implantara em torno do AT e que anulara os mandamentos de Deus (cf. Mt 15:3, 6). A verdade é que o Deus de amor sempre deu o mandamento de que amássemos, tanto no AT como no NT, e nunca, em tempo algum, deu o mandamento de que odiássemos outras pessoas.