PROBLEMA: Pelo que Tiago diz, a lei de Deus traz liberdade para a vida do cristão, já que ela é descrita como sendo a “lei da liberdade”. Isso parece estar em conflito direto com o ensino do apóstolo Paulo de que a lei de Moisés “gera para escravidão” (Gl 4:24).

SOLUÇÃO: Tiago e Paulo estão falando de duas leis diferentes. Paulo está falando da lei de Moisés do AT, a que “se refere ao monte Sinai” (Gl 4:24), enquanto Tiago está falando da “lei da liberdade” do NT, a que Paulo se refere como “a lei de Cristo” (Gl 6:2), que nos libertou da lei da escravidão. Como Paulo se expressou, “o que fora impossível à lei [de Moisés], no que estava enferma pela carne”, todavia “a lei do Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte” (Rm 8:2-3). A lei de Moisés foi escrita em pedra, mas a lei de Cristo é inscrita pelo Espírito em nossos corações (Jr 31:31; 2 Co 3:3-7). As duas leis podem ser resumidas como segue:

A Lei de Moisés

  • Traz escravidão
  • Fraca, na carne
  • Escrita em pedra  

A Lei de Cristo

  • Traz liberdade
  • Poderosa, no Espírito
  • Escrita no coração