ouvidos para ouvir

Ouvidos Surdos?

Mateus 11:15 “Quem tem ouvidos [para ouvir], ouça.”

Este editorial complementa o anterior. Lá, mencionei a possibilidade de um cristão não ouvir o que o Senhor está dizendo a ele. Isto é possível? Sim, claro! No texto em apreço vemos uma advertência de Jesus para com aquele que tem ouvidos, ou seja, uma vez que os tenha, que os use para ouvir. Ora, àquele que ouve, presume-se que a mensagem recebida, será aproveitada. Se, porém, para nada lhe serviu, então, ele não ouviu, apenas escutou, pois não caiu em seu coração. Nas Escrituras, observamos essa admoestação presente em vários textos, tais como: Mateus 11:15; 13:49; Marcos 4:9,23; 7:16; Lucas 8:8, 14:35; Hebreus 3:15; Apocalipse 2:7,11,17,29; 3:6,13,22; 13:9. A questão a destacar é: por que tantos registros com este mesmo aviso? Seguramente porque existem pessoas dentro da igreja que apenas podem estar escutando, mas não ouvindo.

Vou começar a caminhar por um terreno polêmico, mas não posso deixar de abordar o assunto. Trata-se da “perda da salvação”. Antes de mais nada, esclareço que não sou calvinista, mas tenho muito respeito e amor por esses irmãos em Cristo. Todavia, ao percorrer uma trilha diferente, admito que falar em perda de salvação e discutir se o cristão pode ou não perde-la, é, no mínimo, uma discussão que tem produzido muito pouco resultado no meio cristão. Haverá sempre aqueles que advogam um lado ou outro e, assim, a disputa se prolonga mais e mais. Apesar disso, dedico umas poucas linhas ao tema porque entendo que tem tudo a ver com o objeto do nosso editorial. O âmago do problema está na palavra “perda”. Destaco o termo porque entendo que “perda” é um acidente. Será que alguém pode perder a salvação por acidente, assim como alguém perde a sua carteira ou as chaves do seu carro ou casa? Não, de forma alguma!

Meu entendimento é que o cristão não perde, mas vai galgando etapas de abandono, o qual termina numa espécie de rejeição da salvação. A isto, alguns o chamam de apostasia. Mas como se dá? Eu creio que o caminho é crescente. A pessoa não ora como antes, a leitura bíblica é deixada de lado e, como consequência, não ouve os alertas do Senhor. A Palavra que Deus envia à igreja, parece não fazer efeito algum em sua vida. Critica seus irmãos em Cristo e os vê como fanáticos. Hoje vai ao templo, mas está insensível. Depois, os espaços entre um dia de culto e outro se alonga até deixar de frequentar a sua igreja local. No próximo estágio, a oração já foi abandonada, assim como a leitura da Bíblia. Em sua mente abriga um pensamento onde o pecado é relativizado. Costuma dizer: “isto não é bem assim!” Dessa forma, o que era pecado, já não é mais. É dentro desse contexto que ponho os olhos em Hebreus 3.12-13: Tende cuidado, irmãos, jamais aconteça haver em qualquer de vós perverso coração de incredulidade que vos afaste do Deus vivo; pelo contrário, exortai-vos mutuamente cada dia, durante o tempo que se chama Hoje, a fim de que nenhum de vós seja endurecido pelo engano do pecado. Estou sendo bem simplista ao apresentar essa ideia, contudo, o indivíduo que alcançou essa fase, já possui um coração endurecido.

Note que no livro de Apocalipse, capítulo 3, verso 20, o Senhor Jesus fala algo que cai bem aqui. Mas, antes de vermos, é preciso saber duas coisas: 1) o texto é dirigido à igreja e não aos incrédulos. 2) O versículo em questão, envolve um contexto onde vemos uma congregação que se afastou completamente do Senhor. Com isto em mente vejamos: Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo. Antes da pessoa chegar ao estágio da apostasia, creio que o Espírito Santo bateu várias vezes à porta do seu coração, mas ela não ouviu. Temos um exemplo curioso na Palavra de Deus. Trata-se de Demas, um cooperador do apóstolo Paulo. Demas é mencionado algumas vezes nos escritos de Paulo. Em Filemon verso 24, o apóstolo o inclui entre um grupo de homens colaboradores do seu ministério. Em Colossenses 4:14, o menciona sem comentários. Finalmente, em 2 Timóteo 4:10, Paulo diz que Demas tendo amado o presente século o abandonou. Será que você pode ver os estágios na vida de Demas? Não quero afirmar que ele se apostatou, porque não temos mais informações, mas lembro-me de João que nos diz: Não ameis o mundo…, se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele (1 JO 2:15). Tiago enfatiza dizendo que, aquele que ama o mundo, torna-se um inimigo de Deus (Tiago 4:4).

Antes de concluir, podemos ver vários textos que afirmam que uma pessoa pode chegar a apostatar da fé. Os defensores de Calvino dizem que se isso acontecer, é porque a pessoa nunca experimentou a salvação. Não concordo com esse entendimento porque, em essência, estaríamos julgando a salvação dos outros. Os textos que ponho a seguir nos dizem, claramente, que essas pessoas experimentaram uma relação com Deus e provaram do Dom celestial, se não vejamos: 2 Pedro 2.20-22; Hebreus 3:12-14; 6: 4-6; 10:26-31. Por fim, perceba que, antes do estágio final do apóstata, ele passou por várias outras etapas e, em todas elas, ele fechou os seu ouvidos à voz do Espírito Santo. Se fez surdo!

Para refletir: O assunto é muito sério e devemos cuidar da nossa vida espiritual. Os seus ouvidos estão atentos à voz do Espírito de Deus?

Em Cristo Jesus, Aquele que conhece a todos nós,

Pr. Natanael Gonçalves