Venha o teu reino; faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu (Mateus 6:10).

A manifestação do reino de Deus deve ser um desejo ardente no coração do cristão que ora, pois esta é a razão do pedido: “venha o teu reino”. Como já falamos anteriormente, o Reino de Deus (ou o reino dos céus), é o lugar onde Ele exerce sua soberania, manifesta Sua presença e é obedecido voluntariamente por quem o proclama verdadeiramente como Senhor.

No tempo presente, o reino de Deus é uma esfera espiritual na vida do crente em Cristo. Cada cristão que é salvo pela graça, mediante a fé, foi arrancado pelo poder onipotente de Deus da escravidão onde impera o pecado, para o reino do amor, onde reina a liberdade em Cristo (Colossenses 1:13). Sem dúvida, o reino de Deus também inclui um programa escatológico, cuja manifestação se aproxima com a volta de Cristo. Essa condição terá lugar no reino milenar de Jesus aqui na terra, para, em seguida, alcançar a posição definitiva nos “novos céus e nova terra”, quando o universo será removido para dar lugar a um outro, novo (2 Pedro 3:10-13; Apocalipse 20:1-6; 21:1-22:5).

A petição ao Pai concorda com a pregação de Jesus: “Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus” (Mateus 4:17). Em certa medida, desejar e pedir que venha o reino de Deus, é também uma intercessão em favor da salvação de quem não conhece o Senhor. Trata-se de uma petição para que a pregação do evangelho que Jesusr confiou aos seus, seja eficaz. Essa mensagem convida os homens a entrar no Reino, em submissão voluntária, que está entre vós (Lucas 17:21 – ARC). Novamente a petição está de acordo com o desejo do Pai, que não quer que os homens se percam, mas que sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade (1 Timóteo 2:4).

Finalmente, o Reino de Deus em sua manifestação futura, afirmará o Seu domínio como Rei dos reis e Senhor dos senhores, sobre o mundo onde Cristo regerá as nações e sujeitará a Si mesmo, toda a autoridade sobre a terra (Salmo 2:9; Apocalipse 2:27; 19:15). O pedido “venha o teu reino”, também expressa o ardente desejo pela volta de Jesus com todo o Seu esplendor e glória para reinar, cumprindo assim, a Sua promessa (João 14:1-4).

Momento de Reflexão: Você ora com um desejo ardente pela volta de Cristo? Já ouvi de muitos: Senhor, não venha agora não, demore um pouco mais. Quando desejamos e oramos pedindo que Reino venha, estamos orando pela volta de Jesus. Reflita sobre isso e que Deus te abençoe.

Pr. Natanael Gonçalves