Flor e terra secaSofrimento e Alegria.

1 Pedro 4.12-19: Amados, não estranheis o fogo ardente que surge no meio de vós, destinado a provar-vos, como se alguma coisa extraordinária vos estivesse acontecendo; pelo contrário, alegrai-vos na medida em que sois coparticipantes dos sofrimentos de Cristo, para que também, na revelação de sua glória, vos alegreis exultando. Se, pelo nome de Cristo, sois injuriados, bem-aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus. Não sofra, porém, nenhum de vós como assassino, ou ladrão, ou malfeitor, ou como quem se intromete em negócios de outrem; mas, se sofrer como cristão, não se envergonhe disso; antes, glorifique a Deus com esse nome. Porque a ocasião de começar o juízo pela casa de Deus é chegada; ora, se primeiro vem por nós, qual será o fim daqueles que não obedecem ao evangelho de Deus? E, se é com dificuldade que o justo é salvo, onde vai comparecer o ímpio, sim, o pecador? Por isso, também os que sofrem segundo a vontade de Deus encomendem a sua alma ao fiel Criador, na prática do bem.

A propaganda enganosa traz muitas surpresas, mas a Bíblia é a única que diz a verdade. Jesus, disse claramente aos seus discípulos que os cristãos iriam padecer por causa de sua fé em Cristo. Vejamos: 

“Se o mundo vos aborrece, sabei que, primeiro do que a vós outros, me aborreceu a mim.” “…Não é o servo maior do que o seu senhor. Se me perseguiram a mim, também perseguirão a vós outros”… (João 15:18-20).

Paulo disse a Timóteo: “E também todos os que querem viver piedosamente em Cristo, padecerão perseguições” ( 2 Tm 3:12).

Na passagem de hoje, Pedro adverte: “Não estranheis o fogo ardente que surge no meio de vós, como se alguma coisa extraordinária vos estivesse acontecendo.” A Bíblia não promete que a vida do cristão será fácil. Devemos ser cuidadosos porque o mundo busca encontrar uma espécie de talismã que lhes guarde do mal, porém nossa mensagem não pode ser aquela que diz que, crer em Cristo, resolve todos os problemas. Isto seria uma propaganda mentirosa. A Palavra de Deus nos ensina que as provas virão e que as tribulações nos ensinam a depender de Deus, refinam a nossa fé e trabalham o nosso caráter. 

O salmista disse: 

“foi me bom ter sido afligido, pois andava errado” (Sl. 119:67).

No texto de hoje, Pedro se dedica ao tema do sofrimento e destaca duas promessas:

Versículos 12-14:  “Sofrer por obedecer traz gozo.”

Versículos 15-19:  “Não obedecer traz juízo.”

Decidi fazer apenas uma introdução hoje. Na próxima publicação falaremos sobre “o sofrer por obedecer.” Enquanto isso, sugiro que você medite no texto e permita que o Espírito de Deus ministre ao seu coração.

Para refletir: O ser humano não foi criado para o sofrimento e dor. Contudo, ao entrar o pecado no mundo por meio de Adão, a humanidade passou a experimentar os seus efeitos. Assim sendo, todos lutam para se verem livres de qualquer forma de padecimento, inclusive os cristãos, os quais podem sofrer por obedecer a Deus ou por desobedece-Lo. Pense a respeito e acompanhe o assunto nas próximas publicações.

No amor de Cristo Jesus,

Pr. Natanael Gonçalves