Humilhai-vos, portanto, sob a poderosa mão de Deus, para que ele, em tempo oportuno, vos exalte (1 Pedro 5.6).

Pedro caminha para concluir a sua carta e, nesta parte, instrui aos seus leitores a se humilharem sob a poderosa mão de Deus. O primeiro requisito em nosso caminho em direção às promessas de Deus em 1 Pedro 5.10, é nos humilharmos, perseverarmos e nos submetermos a Deus. Essa ação é uma declaração de fé, especialmente naqueles momentos em que não sentimos a presença de Deus.  Já aconteceu isso com você? Já passou por essa experiência? A humildade que se requer, não é a de uma pessoa abatida que se rende, mas daquela que tem Deus como seu fundamento e esperança. Nos humilhamos quando deixamos de explicar nosso sofrimento e sua origem, e em seu lugar, permanecemos firmes na fé, confiando em Deus, mesmo quando fazê-lo parece não ter sentido. Nos humilhamos quando caminhamos por fé, não por vista, e isso significa caminhar na escuridão. Caminhar por fé requer orientação, ou seja, devemos ter uma Luz (note que está em maiúsculo) que brilhe dirigindo os nossos passos. Quando nos humilhamos, abandonamos todas as fontes de esperança e nos firmamos somente em Deus.

Pedro ordenou aos cristãos que se humilhassem debaixo da poderosa mão de Deus (5.6). Esta descrição de Deus, têm suas raízes no Antigo Testamento e fala de Seu grande poder libertador. Quantos não necessitam lembrar disto quando sofrem? Analisando o texto, vemos que Pedro passou da humilhação para a esperança da exaltação. Não há dúvidas de quem realizará a exaltação, mas trata-se de um conceito estranho. Por que? Porque é Deus que merece ser exaltado, simplesmente por ser quem Ele é e por Suas obras poderosas. Todavia, Ele escolhe exaltar aos que se humilham diante Dele. Na verdade, há mais neste versículo. Numa leitura superficial, alguém pode fazer uma conexão direta envolvendo os termos humilhar e o exaltar de maneira equivocada. Não é o “humilhem-se e Ele vos exaltará”, antes, a compreensão correta é: “humilhem-se para que Ele vos exalte”.

A humilhação é necessária, antes que Deus nos exalte. Não se trata de uma coisa automática como, eu me humilho e logo Deus me exalta, como se fossem dois pesos que colocamos numa balança. Não! Há um processo envolvido. Quem conhece a Deus e sabe quem Ele é, caminha por fé nas estradas escuras do sofrimento. Não obstante, a humilhação é um processo e também um trabalhar do Pai em nossas vidas. O Greek-English Lexicon of the New Testament de Louw and Nida, transmite adequadamente o significado de “humilhar”, isto é: aquele que faz com que o seu coração se curve. Desta forma, Pedro destaca o “tempo oportuno”, enquanto afirma que a humilhação é imprescindível, antes que Deus nos exalte.

Ao finalizar o tópico de hoje, afirmo que muitos não gostariam de passar pela tratativa que os leva à humilhação. Imagino que Pedro se lembrou das suas experiências e recordou o que Jesus disse em Mateus 23:12: “Quem a si mesmo se exaltar será humilhado; e quem a si mesmo se humilhar será exaltado”. Mesmo sabendo que Deus é o único que exalta, a nossa natureza humana sempre procura exaltar a nós mesmos. Pedro era convicto a respeito do que estava ensinando e por isso empregou o mesmo verbo que Jesus usou para “humilhar”.  Jesus declarou uma verdade; Pedro expressou uma ordem, um requisito imprescindível para ser exaltado por Deus. Reflita! Continuamos no próximo tópico.

Em Cristo Jesus,

Pr. Natanael Gonçalves