Determinação – (Fp 3:14)

Hoje, decidi publicar apenas um componente, dos que estamos tratando aqui, para vencermos a corrida cristã que nos está proposta. Adiante!

4 – “Prossigo!” O mesmo verbo é usado em Filipenses 3:12, e tem o sentido de esforço intenso. Os gregos costumavam usar esse termo para descrever um caçador perseguindo avidamente a presa. Um indivíduo não se torna um atleta vencedor ouvindo palestras, lendo livros ou torcendo em jogos. Antes, o atleta bem-sucedido entra no jogo e se mostra determinado a vencer! O mesmo zelo que Paulo manifestava ao perseguir a Igreja (Fp 3:6) pode ser observado em seu serviço a Cristo. Aliás, não seria maravilhoso se os cristãos demonstrassem tanta determinação em sua vida espiritual quanto demonstram quando vão à academia ou jogam futebol no fim de semana? Vemos aqui dois extremos a serem evitados: (1) “eu devo fazer tudo!”; e (2) “Deus deve fazer tudo!” O primeiro descreve a pessoa que depende de seus próprios esforços, o segundo, a pessoa passiva, e ambas estão condenadas ao fracasso. “Deus cuidará de tudo!” pode ser um lema de efeito, mas não descreve inteiramente o processo da vida cristã. Que capitão diria a seu time: – Muito bem, pessoal, vamos deixar o técnico cuidar de tudo! No entanto, nenhum capitão diria aos demais jogadores: – Ouçam apenas o que eu digo e esqueçam o técnico! Os dois extremos estão errados.

O corredor cristão com disposição espiritual sabe que Deus deve operar nele e capacitá-lo para vencer a corrida (Fp 2:12, 13). “Porque sem mim nada podeis fazer” (Jo 15:5). Deus opera em nós para que possa operar por meio de nós. Quando o indivíduo dedica-se às coisas da vida espiritual, Deus lhe dá maturidade e o fortalece para a corrida. “Exercita-te, pessoalmente, na piedade” (1 Tm 4:7, 8). Alguns cristãos ficam tão ocupados “morrendo para si mesmos” que não voltam à vida para completar a carreira! Outros estão tão certos de que podem se dar bem sozinhos que nunca fazem uma pausa para ler a Palavra, orar nem pedir o poder do Senhor.

Que alvo é esse rumo ao qual o corredor prossegue com tanta determinação espiritual? “O prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Fp 3:14). Quando alcançar o alvo, receberá a recompensa! Mais uma vez, Paulo não está sugerindo que o céu se alcança pelo esforço próprio, mas apenas que, assim como o atleta é recompensado por seu desempenho, o cristão fiel também será coroado quando Jesus Cristo voltar (observe 1 Co 9:24-27, um texto paralelo que, ao contrário da corrida em que somente um atleta recebe o prêmio, todos os cristãos podem receber a recompensa. Além disso, a coroa de louros dos Jogos Olímpicos murchava, mas a coroa que Cristo dá é imarcescível). O mais importante é alcançar o objetivo que Deus estabeleceu para cada um. Não importa qual seja o sucesso aos olhos dos homens, não haverá recompensa se não “conquistar aquilo para o que também foi conquistado por Cristo Jesus” (Fp 3:12).

Para refletir: Todo cristão corre a maratona da vida. Embora muitos se distraem pela estrada, outros, determinados, estão com os olhos fixos no pódium. A que classe você pertence?

Em Cristo Jesus,

Pr. Natanael Gonçalves

Links Relacionados

Próxima postagem: Disciplina
Postagem anterior: Dedicação e Direção
ou Veja Mais Estudos Filipenses aqui