Há um poder que receber – (Fp 2:13) 

Paulo apresenta o seguinte princípio: Deus deve operar em nós antes de poder operar por meio de nós. Esse princípio pode ser visto em ação ao longo de todo o relato bíblico, na vida de homens como Moisés, Davi, os apóstolos e outros. Deus tem um propósito especial para cada um. Cada ser humano é singular, não uma imitação de outro indivíduo. No caso de Moisés, por exemplo, Deus precisou operar na vida dele durante quarenta anos, preparando-o para que pudesse agir por meio dele. Deus se interessa mais pelo trabalhador do que pelo trabalho. Se a vida do trabalhador estiver dentro dos propósitos de Deus, o trabalho também estará.

Muitos cristãos obedecem a Deus apenas em função de pressões exteriores, não do poder interior. Paulo advertiu aos filipenses que o importante não era a presença dele em seu meio, mas sim o desejo deles de obedecer e de agradar a Deus (Fp 1:27; 2:12). Não seriam capazes de desenvolver a vida cristã em função de Paulo, pois talvez ele não mais ficasse muito tempo com eles. É triste ver que alguns ministérios da igreja enfraquecem ou desintegram quando ocorre alguma mudança na liderança. Nossa tendência é agradar aos homens e obedecer a Deus somente quando outros nos observam. Mas quando nos entregamos ao poder de Deus dentro de nós, a obediência deixa de ser uma luta e se torna um prazer.

O poder que opera em nós é o poder do Espírito Santo de Deus (Jo 14:16, 17, 26; At 1:8; 1 Co 6:19, 20). O termo “energia” vem da palavra grega traduzida por “efetua” em Filipenses 2:13. É a energia de Deus que opera em nós e por meio de nós! O mesmo Espírito Santo que deu poder a Cristo enquanto ele ministrou aqui na Terra também pode nos dar poder. Mas devemos reconhecer que o poder da carne (Rm 7:5) e do diabo (Ef 2:2; 2 Ts 2:7) também estão operando. Por causa da morte, ressurreição e ascensão de Cristo, temos a nosso dispor o poder de Deus (Ef 1:18-23). O poder está a nosso alcance, mas de que maneira devemos usá-lo? Quais são os instrumentos que, pelo seu Espírito, Deus usa para operar em nossa vida? São três: a Palavra de Deus, a oração e o sofrimento. Seguimos amanhã, se Deus assim o permitir. No entanto, que tal fazer um exercício mental acerca destas três ferramentas? Você dedica tempo à Palavra? E na oração? E quanto ao sofrimento?, isso é algo que não queremos de forma alguma. Uma grande igreja no Brasil, usa ou usou um slogan que era o seguinte: “Pare de sofrer!” Se Deus usa esses instrumentos, por que eles não são tão praticados?, e, no último caso, por que é tão rejeitado? Pense a respeito!

Que o Senhor nos dê entendimento,

Pr. Natanael Gonçalves