Não erreis, meus amados irmãos. Toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança, nem sombra de variação.  Segundo a sua vontade, ele nos gerou pela palavra da verdade, para que fôssemos como primícias das suas criaturas. (Tiago 1:16-18).

3) Tudo o que Deus envia é para o nosso bem.

Deus Se revela na Sua palavra. Quanto maior for o nosso contato com as Escrituras, mais saberemos sobre o nosso Amoroso Pai. Apesar de ser um Deus justo, não se pode conceber que Ele envie o mal sobre os Seus filhos. Também não se pode confundir a justiça do Altíssimo com o Seu atributo de amor. Talvez por isso, muitos se perdem em discussões sem fim, ignorando a verdade da Sua Palavra.

O versículo 17 afirma que toda boa dádiva e todo dom perfeito vem de Deus. Gosto de imaginar que, se o Pai tivesse uma agenda, de um lado Ele escreveria o seu nome e, do outro, coisas a fazer. O nosso Deus trabalha na vida dos Seus, pois, para todos nós, há propósitos de bênçãos. Você pode crer assim?

Os leitores de Tiago não conseguiram perceber a boa intenção de Deus ao permitir que o sofrimento viesse sobre eles. Deus é a fonte de todas as coisas boas, de todos os presentes perfeitos, não de atitudes más. O que Deus lhes enviou, tinha como propósito o bem deles, e não havia, entre eles, uma única exceção. Aqueles irmãos deveriam compreender que, o que o Senhor fez, era parte de Seu plano para alcançar o bem em suas vidas.

Deus também nos deu tudo o que precisamos. Temos recebido d’Ele toda boa dádiva e todo o dom perfeito. Ele, o Pai, nos deu uma nova vida por meio da Sua Palavra. Essa vida, por si só, é o maior presente que poderíamos receber, mas como Ele tem como objetivo alcançar outros, somos tomados como exemplos, ou seja, “as primícias”.  Desta forma, os homens poderão ver em nós o agir de Deus e, certamente, serão despertados a conhece-Lo. Deus não mudou. Por isso, Ele não deixa de dar-nos o que necessitamos para que o bem seja alcançado. Quando não compreendo esse trabalhar de Deus, eu sou o problema.

Momento de Reflexão: Ao atravessar a tribulação, qual a sua atitude? Você consegue enxergar que o sofrimento opera a seu favor e não contra você? Já examinou se as suas posturas, diante da prova, se conformam com o que o Espírito Santo nos diz por meio de Tiago? Há alguma coisa que precisa de mudança?

Naquele, cujos olhos, estão postos sobre os Seus filhos,

Pr. Natanael Gonçalves