Tu crês que há um só Deus? Fazes bem; também os demônios o creem e estremecem (Tiago 2:19).

Steven E. Runge, apresenta uma analogia interessante ao fazer uma introdução ao tema que Tiago aborda. Ele diz que as baterias são fontes de eletricidade em nossos tempos. No entanto, não é a bateria em si mesma que possui valor, mas a carga que ela armazena. Sendo assim, ele está falando de uma maneira figurada para afirmar que a aplicação da fé, é que proporciona benefícios. A fé sem as obras é morta e inútil como uma bateria sem carga.

Tiago construiu uma linha de pensamento e caminha por ela para estabelecer um alvo: “a fé que salva está intimamente ligada às obras”. No versículo 19, ele elabora uma pergunta retórica que exige uma resposta afirmativa: Tu crês que há um só Deus? A pergunta atinge a todos os seus leitores. Tiago imagina que alguém, no meio deles, como um portador, poderia se levantar e dizer: Claro! Esta é uma das doutrinas fundamentais da verdadeira fé. A resposta que recebe é: Fazes bem!

Até este ponto de aceitação da verdade, não há o que contradizer. Aceitar e defender um princípio genuíno de fé, é correto e saudável. Talvez Tiago poderia acrescentar à sua resposta: Parabéns! Você respondeu muito bem. Que bom que você crê! Neste caso, a fé intelectual da pessoa é correta quanto ao conceito, mas insuficiente para a salvação. A prova da inutilidade de uma fé meramente intelectual, reside no fato da declaração a seguir: também os demônios o creem e estremecem.

Os demônios não duvidam da existência de Deus (Marcos 1:23-24; 5:1-7). Não obstante, a crença desses espíritos malignos em Deus, não causa nenhuma mudança neles, pois continuam como seres caídos. Creem em Deus, mas seguem com suas ações contra Ele. A fé dos demônios não possui eficácia para a salvação, posto que essa crença não altera as suas ações e se limita a uma experiência no âmbito intelectual. Continuam fazendo o que lhes é próprio: infundindo o mal e espalhando o terror. Observe que Tiago afirma que eles creem e estremecem. Por que estremecem? Porque sabem que Deus é justo e que não poderão livrar-se do juízo estabelecido sobre sua condição pecaminosa e rebelde.

Além do que vimos, o que podemos aprender com este versículo de Tiago? Há uma aplicação prática na pergunta do autor, pois se respondermos afirmando que possuímos fé, mas essa fé não provoca mudanças substanciais em nós, então a fé que dizemos ter, não serve para nada.

Momento de Reflexão: A fé que salva produz fruto na vida de quem a professa. Tomando João capítulo 15, vemos que a fé verdadeira é aquela que liga o indivíduo à Videira e, por consequência, tal pessoa produz muito fruto. Separe um tempo, medite em João 15 (1-17) e avalie o seu coração e vida. Você é aprovado (a) nesse teste?

Em Cristo, o Senhor da glória,

Pr. Natanael Gonçalves