O Estardalhaço das riquezas 

Exorta aos ricos do presente século que não sejam orgulhosos, nem depositem a sua esperança na instabilidade da riqueza, mas em Deus, que tudo nos proporciona ricamente para nosso aprazimento; que pratiquem o bem, sejam ricos de boas obras, generosos em dar e prontos a repartir; que acumulem para si mesmos tesouros, sólido fundamento para o futuro, a fim de se apoderarem da verdadeira vida (1 Timóteo 6:17-19). 

Ricos da noite para o dia 

A maioria de nós pensa que é muito bom ser rico. Pessoas vão dormir e sonham com essa condição. Você já sonhou alguma vez que era de fato, rico? Pois bem, algumas pessoas encontram as riquezas desta vida da noite para o dia. Li uma história verdadeira (você pode ler aqui) que ocorreu com um casal na Califórnia. Esse casal saiu a passear com o cachorro em sua propriedade (provavelmente tinham um grande terreno). Depois de caminhar um pouco, como sempre faziam passeando por uma trilha, notaram que  algo brilhava na flor da terra. Se aproximaram e se abaixaram cutucando e tirando para fora da terra aquele objeto. Era uma lata e juntamente com ela encontraram mais sete. Dentro delas haviam 1457 moedas de ouro datadas de 1847 a 1894 e valiam dez milhões de dólares. 

Aquilo que já temos 

É provável que riquezas instantâneas nunca estejam longe de nenhum dos nossos sonhos. Podemos esperar que acordemos e encontremos tal tesouro, ou podemos acordar e apoderar-nos do tesouro que já temos. Você já é rico, embora a maioria de nós raramente se considere ser possuidor de riquezas. Ser rico é relativo. Quase todos os que que me leem são ricos em comparação com o resto do mundo. Se você é proprietário de uma casa, tem dois carros e algum plano de aposentadoria, você está entre os 2% mais ricos do mundo. 

Tudo vem de Ti. 

Aprendemos como fazer riquezas, mas não aprendemos como ser ricos. Se temos poucos ou muitos recursos, devemos saber que tudo vem de Deus. Davi também reconhecia essa premissa, por isso a declarou quando orou  em 1 Crônicas 29.14: Porque quem sou eu, e quem é o meu povo para que pudéssemos dar voluntariamente estas coisas? Porque tudo vem de ti, e das tuas mãos to damos. Como sabemos dessa realidade, é importante lutar e não dar espaço para a ganância em nossas vidas. 

Conclusão 

Um jovem pastor chamado Timóteo supervisionava a igreja em Éfeso, uma das mais ricas cidades do mundo naquela época. Como hoje, as pessoas em sua igreja sabiam como ficar ricas, mas não sabiam como ser ricas. Na primeira carta de Paulo a Timóteo, ele comunica que a verdadeira vida é encontrada em doações generosas, por isso a ordem: que pratiquem o bem, sejam ricos de boas obras, generosos em dar e prontos a repartir (1 Timóteo 6:18).  Será que aprendemos? Sim, temos que aprender e lutar contra os sentimentos carnais que aspiram de maneira egoísta as coisas materiais. Pense sobre isso! 

Que Deus abençoe abundantemente a sua vida 

Pr. Natanael Gonçalves