O cristão deve relaxar 

Seja a vossa moderação conhecida de todos os homens. Perto está o Senhor ( Filipenses 4:5). 

Distrações 

Nesta série estamos tratando de um tema muito propício aos cristãos dos nossos dias. Aliás, ele sempre o foi, todavia, à medida que a volta de Jesus se aproxima, o mundo espiritual maligno se torna mais ativo no planeta Terra. Há desafios e pressões de todos os lados sobre os seguidores de Jesus e o alvo desta série é despertar vidas a se envolverem mais e mais com a Palavra de Deus e não permitir que as “distrações” do presente século roubem as bênçãos que o Senhor prometeu nas Escrituras. Chamo de distrações todas as coisas que furtam ou desviam a nossa atenção dos propósitos de Deus. Tais “distrações”, em geral, eu as identifico como pressões e adversidades que sofremos. Com isto, elas captam o nosso interesse e geram em nós preocupações e ansiedades. Não, não é isso que Deus tem para nós. 

Quatro palavras 

O cristão deve aprender as quatro palavras do texto de Filipenses 4.5: Perto está o Senhor”, e dize-las a si mesmo toda vez que o ladrão da alegria, tentar roubar a sua paz. Paulo inicia o versículo 5 com uma ordem: “Seja a vossa moderação conhecida de todos os homens”. O que ele querida dizer com moderação? O sentido da palavra aponta para o significado de alguém que usa de misericórdia ou tolerância, mas também significa gentileza e graciosidade. Assim sendo, o cristão deve assumir a postura ordenada na Palavra, independente de qualquer circunstância sabendo que o Senhor está perto. 

Ele não apenas está perto 

Pensemos agora naquelas quatro palavras: “Perto está o Senhor”. Será que elas não fariam uma tremenda diferença se todos os dias você as tivesse bem guardadas em sua mente e coração? Por que eu faço esse destaque? Porque tendo essa convicção as coisas seriam muito mais fáceis. Veja bem: Constantemente você se depara com as pressões do dia a dia, com os problemas que surgem e talvez com ameaças por parte de alguma pessoa, mas tendo a certeza que Deus está perto de você para ajudá-lo e defende-lo, não seria tudo diferente? Pois é, se você é um cristão verdadeiro, eu tenho outra notícia para você: Ele não apenas está perto, mas vive dentro de você. Aleluia! 

Trocando a ansiedade 

Como disse acima, o que rouba a nossa paz são as tais “distrações”, pois elas fazem com que nos concentremos nos problemas e nos esquecemos de Deus que vive em nós. Agora, observe que quando você não permite que tais coisas o amarre a elas, então é porque você se concentra no Senhor e por conseguinte sua moderação, misericórdia, tolerância, gentileza e graciosidade ficam evidentes a todos. Desta forma, você troca a ansiedade e a preocupação pelo descanso. Sim, você estará relaxado e em paz, porque Deus está com você e no controle de todas as coisas. 

Conclusão: 

Quando falamos em paz, não dá para esquecer o que o Senhor diz em Sua Palavra no livro de Isaías 26.3: “Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti”. O mundo conceitua a paz como ausência de conflitos. Outros entendem que a paz é quando tudo está indo bem com eles. No entanto, para nós cristãos, a Bíblia diz que paz não é ausência de dificuldades, não. Paz é a presença de Deus em nossas vidas. Se você ainda não experimentou essa paz, entregue sua vida a Cristo, mas não deixe para o amanhã, o dia se chama “hoje”. 

Que Deus abençoe o seu coração, 

Pr. Natanael Gonçalves