Não se desvie do alvo 

Prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus (Filipenses 3.14). 

Persistência e determinação 

Ao escrever os versículos doze e treze de Filipenses três, Paulo demonstra atitudes que revelam persistência e determinação em perseguir o alvo proposto. No verso doze ele afirma que não considera que já tenha recebido ou tornado seu o que ele tem diante de si mesmo, mas emenda logo versículo treze: …mas uma coisa faço”. Se ele houvesse parado aqui, poderíamos dar asas à imaginação para descobrir que coisa seria essa. No entanto, isto não é necessário, pois ele mesmo nos informou no restante do versículo. Será que o apóstolo não queria dar um destaque especial quando afirmou: mas uma coisa faço? Entendo que sim. Você poderia perguntar: Por que? Penso que Paulo entendeu o poder que existe em se concentrar em apenas uma coisa. 

Frase interessante 

Permita-me pontuar que as palavras “uma coisa” ocorrem em vários lugares da Bíblia. Por exemplo: Quando o jovem rico veio a Jesus, perguntou-lhe: Bom Mestre que farei para herdar a vida eterna? Jesus lhe disse: “uma coisa te falta” (Marcos 10:17-21). Quando Marta reclamou com Jesus que Maria não estava ajudando no serviço da refeição, Jesus lhe disse: “Só é necessário uma coisa” (Lucas 10:40-41). Davi, no Salmo 27, verso 4 afirma: “Uma coisa peço ao Senhor, e a buscarei”. 

O Alvo 

Qual era a única coisa que Paulo estava procurando? “prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Filipenses 3:14). Em tudo podemos perceber que a chave que Paulo usava para viver uma vida produtiva, era estar focado – concentrado no alvo. A mente do cristão deve estar focada, contanto que ela esteja no caminho certo. Muitos seguidores de Jesus são ineficazes em sua vida cristã e muitas igrejas são ineficazes em sua missão, porque então envolvidos em muitas coisas. Um pastor contou que algumas pessoas foram a ele e disseram: “gostaríamos de servir em nossa igreja, ir em uma viagem missionária e sermos mais ativos, mas estamos envolvidos em muitas coisas, isto é, temos muitos ferros em fogo”. O pastor afirmou que tinha vontade de dizer a eles: “tirem os ferros ou apaguem o fogo”. Você se identifica com aqueles irmãos? 

Conclusão 

A concentração é o segredo do poder. Um rio que flui em apenas uma direção pode se tornar uma tremenda fonte de energia elétrica. Alguém disse: Se você puder pegar a luz, focar nela e no seu poder, você poderá fazer um laser que pode cortar o aço. O que aprendemos hoje? Aprendemos com Paulo o segredo de focarmos a meta certa. Para isso, precisamos buscar uma vida de intimidade com Deus para que Ele nos releve algo sobre o Seu propósito para a nossa vida. Talvez devêssemos orar: Senhor, em que devo me concentrar? Revele ao teu servo para que o teu propósito seja cumprido e a Tua glória se manifeste em minha vida, em nome de Jesus. Amém! 

Deus abençoe abundantemente a sua vida, 

Pr. Natanael Gonçalves